HOME | 2006 | 2007 | 2008 | 2009 | 2010 | 2011 | 2012 | 2013 | ATL:BR
All Time Low: Futuro Rei do Pop-Punk
Data: 2007
Fonte: The Back Beat
Tradução: Bruna D'avilla

O vocalista e guitarrista do All Time Low, Alex Gaskarth, se sentou do lado de for a do Orangevale junto com The Back Beat para falar sobre seu grande sucesso depois da Warped Tour 2007.
"Eu sou como um rei das joaninhas agora!" anunciou o vocalista do All Time Low, Alex Gaskarth já que as joaninhas caminhavam pelas suas mãos e embaixo de seus pés.

A realeza de Gaskarth não é limitada ao mundo dos insetos, a banda pop-punk All Time Low se transformou de uma das melhores bandas no Lutherville-Timonium, cena musical de MD, para um dos mais populares e talentosos grupos na cena pop-punk atualmente.
"Nós éramos, na verdade, uma das bandas mais jovens a fazer isso, e eu acho que nós fomos uma das bandas mais jovens que realmente levaram isso a sério," disse Gaskarth, se lembrando da cena local. "Havia muitas bandas da nossa idade, mas que eram horríveis, e eu acho que nós éramos tipo, um passo a frente do horrível o que fez com que as outras bandas, tipo 'Bem, eles podem tocar no nosso show. '"

All Time Low acelerou na direção da cena pop punk. Desde o lançamento de seu álbum So Wrong, It's Right em Setembro de 2007, All Time Low foi agraciado com a capa da Revista AP, co-estrelas da Turnê AP, se apresentou no Jimmy Kimmel Live e teve os clipes dos seus singles "Six Feet Under the Stars" e "Dear Maria, Count Me In" apresentados no TRL.
A chegada do All Time Low ao grupo principal não deveria ser uma surpresa para a maioria das pessoas. Suas músicas pegajosas, letras espirituosas, movimentos no palco, personalidades ingênuas e boa aparência ajudaram para o sucesso.

Antes de o All Time Low atingir os palcos na turnê da AP desse ano, um comunicado anunciou o publico da vulgaridade dos músicos.
"Eu casaria com qualquer um de vocês!" gritou Gaskarth para o público.

Apesar das dificuldades técnicas (o microfone de Gaskarth funcionou mal várias vezes durante o show) o All Time Low manteve um nível alto de energia durante o show inteiro. Esmagando suas guitarras, pulando pelo palco e ameaçando se jogar no público, obviamente o All Time Low ama tocar ao vivo e manter o publico constantemente atento e rindo de seu humor e piadas sujas.
Depois do show, All Time Low dançou com a música que era tocada através dos alto falantes, levando uma multidão entusiasmada até mesmo depois do show. A audiência se animou ao ponto que a segurança do local teve que mandar o All Time Low parar de dançar e pedir para seus fãs irem até as barracas de compras e para longe do palco.
Enquanto Gaskarth reconhece que os garotos são "super imaturos," eles também sabem quando é hora de trabalhar.

Como muitas bandas, All Time Low é uma corporação, composta por um monte de finanças flexíveis e responsabilidades.
"Que tipo de cara de 20 anos de idade pode dizer que sua banda paga pelo plano de saúde?" disse Gaskarth. "Contato que nós estejamos em turnê e tenha dinheiro entrando e pagando as contas pela banda, então não é algo que nós temos que nos preocupar." Por conta do download ilegal e a nova era da indústria musical, a maioria da renda de uma banda vem da venda de ingressos para shows. Como resultado disso, a banda precisa entrar mais em turnê que antigamente, e o All Time Low não é uma exceção.
"Quero dizer, a parte boa é que nós podemos ver mais o mundo do que nós poderíamos antes" disse Gaskarth. "A parte ruim é que você sente falta de casa e começa a se sentir um pouco como um passageiro, tipo você perde contato com aquele senso de pertencer a um lugar que você teria se morasse em algum lugar."

Quando o assunto é música, Gaskarth tenta manter um senso honesto com suas letras, mas ele admite que com o All Time Low ganhando mais atenção, ele sente a necessidade de se proteger.
"Elas não são (as letras) totalmente 100% reais porque eu sinto como se eu tivesse me expondo um pouco demais" disse Gaskarth. "Chegou há um pouco que entrei em meio que uma crise e eu estava tipo 'Cara, muitas pessoas sabem muito sobre mim! '"

A devoção dos fãs do All Time Low é evidente nas letras de Gaskarth. A música "Stay Awake (Dreams only Last for a Night)" do So Wrong, It's Right contém as letras "Você acredite em mim, eu vou dar tudo a eles/eu falaria tudo a eles/ para mostrar tudo a eles."
Para evitar ficar muito pessoal com um público tão grande, ele colocar coisas inventadas em algumas músicas do So Wrong, It's Right para evitar ter sua vida pessoal e emoções em constante atenção.
"Eu acho, de novo, que agora as músicas que eu escrevo se tornaram bem mais honestas de novo," disse Gaskarth. "Então, eu acho que é assim que eu gosto de fazer."

A música favorita de Gaskarth em So Wrong, It's Right é a faixa final, "Poppin' Champagne."
"A vibe da música é muito contagiante, e as letras são feitas para dizer, 'Sim, nós estamos escrevendo música pop. Sim, nós vamos nos ferrar por isso, mas não, nós não nos importamos, porque nós estamos nos divertindo fazendo isso! '" ele disse. "É basicamente dizer, 'Nós fizemos isso, vamos celebrar! '"

O All Time Low certamente celebrou bastante depois do sucesso de So Wrong, It's Right, e com todo esse trabalho, eles podem, sem duvidas, esperar por um future de sucesso em todos os seus projetos. Logo mais, Alex Gaskarth não vai ser o rei das joaninhas, ele e seus companheiros de bandas podem esperar para serem membros da corte real do pop-punk.





Hosted by Flaunt Network