HOME | 2006 | 2007 | 2008 | 2009 | 2010 | 2011 | 2012 | 2013 | ATL:BR
Perguntas e Respostas com Alex Gaskarth do All Time Low
Data: 10 de Novembro de 2008
Fonte: Inside Vandy
Tradução: Pris

    Os roqueiros pop-punk do All Time Low alcançaram as classificações mais altas da lista da Billboard com o "So Wrong, It's Right", de 2007. Após tocar na Vans Warped Tour no verão, a banda tocará na próxima quarta-feira no MTV Woodie Awards. A editora Courtney Rogers conversou por alguns minutos com o vocalista e guitarrista Alex Gaskarth sobre a vida na estrada, influências punk-rock e o passado da banda como aprendizes do Cirque du Soleil.

Versus Magazine: Você alguma vez já ficou cansado de fazer turnê ou ficou com saudades de casa, ou você simplesmente se diverte saindo com os caras da banda?
Alex Gaskarth: Na maior parte do tempo, é realmente um bom momento. Eu acho que é necessário um certo tipo de pessoa para sair em turnê o tempo todo como nós... Mas na maior parte do tempo, nós temos ótimos momentos na estrada. A gente se diverte com tudo. Você sabe, tipo, quando está chegando o final de uma turnê de três meses, você definitivamente fica com saudades de casa, mas se essa é a pior parte do seu trabalho, então não há muito o que se preocupar.

VM: Pode-se perceber pelas suas músicas que vocês têm muitas influências como Blink-182 e Green Day. O que diferencia o All Time Low das outras bandas do gênero pop/punk?
AG: Eu acho que a maior coisa que é única nessa banda é: um, a quantidade de energia e sinceridade que nós investimos na nossa música; dois, a conexão que nós tentamos manter com os nossos ouvintes. Eu acho que nós somos uma banda que, na verdade, foi além, desde o começo, para estar muito próximo e ser muito real. Sempre fomos nós que cuidamos do MySpace, sempre fomos nós respondendo as mensagens e, na maior parte do tempo, ainda é.

VM: Qual sua música favorita para tocar ao vivo e por quê?
AG: Eu acho que agora a minha música favorita para tocar seria "The Beach", do nosso CD mais recente. O motivo é que é simplesmente uma música divertida de se tocar. Tem bastante energia, e eu estou, tipo, do lado nerd-musical dela. Eu realmente gosto das harmonias dessa música. Elas são simplesmente agradáveis aos ouvidos.

VM: Vocês têm uma história incrível por terem conseguido um contrato com uma gravadora assim que saíram do ensino médio. Quais foram os desafios que vocês tiveram tendo tamanho sucesso tão cedo?
AG: Eu acho que o maior desafio foi convencer nossos pais a nos deixarem ir na época ao invés de ir para a faculdade. Essa é uma escolha bem assustadora para um pai ter que se sentar e decidir. Tipo, eu vou mesmo, conscientemente, deixar meu filho correr tanto risco assim? Mas eu acho que nós fomos muito sortudos, e tudo se encaixou, e agora nós temos o apoio de nossos pais, então eu acho que esse foi o maior passo a ser tomado na época.

VM: Como surgiu a idéia para o vídeo de "Poppin' Champagne"?
AG: Para ser completamente honesto, aquele vídeo foi meio caótico, e eu acho que grande parte disso foi porque, realmente, nós pensamos "será que nós conseguimos usar o dinheiro para o vídeo tendo o máximo de diversão que pudermos, sem estragá-lo?". O conceito não era, em momento algum, para ser elaborado ou profundo... No final do dia eu nem tinha certeza se o vídeo fazia sentido, mas foi muito divertido gravá-lo, e foi realmente divertido aprender aquela coreografia, e foi muito divertido se fantasiar do jeito que nós estávamos vestidos. Enfim, foi muito bom gravá-lo.

VM: Falando nisso, o que é preciso para coordenar tantos garotos assim?
AG: Bom, todo mundo nessa banda não é somente muito atraente, mas também muito, muito talentoso, e todos nós éramos altos, então nós fomos treinados pelo Cirque du Soleil por provavelmente 8 anos, desde quando nós usávamos fraldas até uns 12 anos. Então, você sabe, nós já éramos praticamente dançarinos profissionais quando nós entramos nesse jogo. Então eu acho que essa foi a parte que mais nos ajudou. Não, eu só tô zuando.

VM: Qual foi sua primeira reação quando você descobriu que vocês foram indicados para o Woodies Award? O que a vitória representaria para você?
AG: Eu não sei. É meio assustador, sério. Ser reconhecido por, você sabe, uma rede como a MTV por qualquer coisa é muito, muito legal. E se nós ganharmos, eu acho que eu vou dizer um monte de coisas sobre nossos fãs, e eu vou dizer um monte sobre o quanto essa banda progrediu nos últimos dois anos. Eu provavelmente vou estar com os pés no chão, mas é bem legal ser indicado. Eu estou muito empolgado com isso.



Hosted by Flaunt Network