HOME | 2006 | 2007 | 2008 | 2009 | 2010 | 2011 | 2012 | 2013 | ATL:BR
Site Misery Loves Me entrevista Alex Gaskarth
Data: 10 de Julho 2009
Fonte: Misery Loves Me
Tradução: Carol

De quem foi a idéia de ter três shows surpresa em um dia? Como foi?
Foi uma idéia conjunta. Jay-Z e Fall Out Boy fizeram isso no passado e nós achamos que seria um bom jeito de...hm.., eu não sei, é só uma coisa bem legal de se fazer. Nós nunca fizemos algo parecido com isso antes e não tem nenhum motivo especial a não ser de tocar 3 shows em 24 horas, mas foi muito bom. E eu não faria de novo; é muito cansativo. Mas fico feliz em poder dizer que fizemos. Foi bem legal e o Myspace ficou por trás fazendo o evento ficar maior do que tínhamos previsto. Teve muitas filmagens durante os shows e tudo mais, então acho que vai ser algo que vai ficar com nós por um tempo, o que é bem legal.

Eu sei que é só o segundo dia de vocês em turnê, mas até agora tudo certo? Quais músicas vocês estão mais empolgados para tocar?
Yeah, eu tenho ficado bem empolgado para tocar as músicas novas na verdade. Nós temos tocado algumas musicas novas do álbum e elas tem ido muito, muito bem até agora. A turnê em geral é ótima. Eu queria que fosse mais longa. Nós somos muito amigos do Cartel e do We The Kings. Os caras do The Days Difference parecem ser legais. Então se fosse para nós termos um tempo maior iríamos nos divertir muito.

As pessoas estão começando a comparar vocês com o Fall Out Boy bastante. Uma pessoa até entrou nessa comparação bem detalhadamente, comparando os seus CDs com os CDs deles e a reação dos fãs etc. Eu sinto que a semelhança entre o FOB e vocês pode ser dito sobre muitas outras bandas, mas as pessoas só comparam vocês por culpa da conexão que vocês dois tem. Para mim vocês são duas bandas bem diferentes. Como vocês se sentem sobre isso?
Eu sinto que quanto ao nosso crescimento foi bem similar. Ambas as bandas subiram fazendo turnês e construindo tudo do começo. O que é algo que o Fall Out Boy fez e algo que nós fizemos. Mas quanto à semelhança nas músicas, eu acho que nesses dias nós somos bem diferentes. Como nós fizemos uma turnê com eles, foi bom ver que mesmo chegando aonde eles chegaram, continuam humildes e são pessoas ótimas. O que é bem legal.

Com o Blink-182, eu tenho certeza que muitas pessoas têm comentado que vocês começaram fazendo covers deles e agora vocês tem contato com eles. Eu sei que deve ser estranho conhecer eles agora e tudo mais, mas de algum jeito você sente como se fosse natural? Eu vejo muitas bandas que nunca tiveram contato conversar por twitter e tudo mais e parece que isso era algo que era para acontecer naturalmente.
Sim, você sabe que com a internet há bandas crescendo, isso definitivamente acontece. Você esta em uma pequena rede social. Muitas bandas são fãs de outras bandas e ficou muito fácil conhecer e conversar com as pessoas. Em um artigo recente da MTV, você falou sobre o fim do "Fall Out Boys" e "Paramores". Você foi meio criticado por culpa dele, mas eu concordei com a maioria do que você disse.
Eu acho que muitas pessoas não entenderam.

Sim, eu li os comentários e tudo mundo acha que você estava tirando sarro do Paramore.
Sim, e foi totalmente o contrário. Eu estava dizendo que as bandas que fizeram o esforço de conseguir fãs do jeito natural... Eu estava elogiando bandas como Fall Out Boy e Paramore. Eu amo essas bandas e eu só estava falando que eu acho que esses dias estão acabando. A popularidade esta sendo entregue a muitas bandas.

Ninguém que realmente ame música olha para as Millionaires e Brokencyde e pense que eles são bons.
Yeah, não.

Eu sinto que pessoas que não ligam muito para a música estão sendo atraídas por essas bandas, sendo afastadas das bandas genuínas. Mesmo sendo algo que não ajude as bandas financeiramente, você acha que de algum jeito isso fortalece o público das bandas genuínas?
Talvez, uh, eu realmente não sei. Eu só acho que é uma moda muita estranha que algumas pessoas estão seguindo e infelizmente eu acho que vai durar um tempo o que é bem chato.

As músicas como "Lost in Stereo" e "Come One, Come All" são respostas para como as coisas estão indo? "Lost in Stereo" nem tanto, mas "Come One, Come All", sim. Eu nunca fui aquele que fala sobre essas coisas porque não é o meu lugar na minha opinião. Mas posso dizer que "Come One, Come All", no passado era.

É mais uma resposta pessoal do que uma declaração?
Sim.

Quando eu te o entrevistei no Warped Tour de 2007, vocês estava na beira de "estourar" e eu perguntei para você sobre o seu relacionamento com os fãs enquanto você ficava mais popular. Agora que vocês estão grandes, as coisas tem ficado mais difícil ou mais fácil para lidar?
Hm, eu não sei. Nós nunca prestamos muita atenção nisso. As pessoas que ficam bravas porque esta banda esta crescendo, eu não acho justo uma pessoa aceitar uma banda ficar pequena. Você me entende? Eu acho que ninguém, bem a maioria não começa uma banda querendo ficar na garagem. Você faz isso por um motivo. Pessoas que gostam de fazer uma performance gostam de estar no centro e querem estar na frente de um público maior. A missão dessa banda foi sempre tocar na maior arena ou no maior lugar. Nós abraçamos o sucesso e não prestamos muita atenção aos críticos.

Sobre a sua conexão com os fãs, você disse que tinha medo de perder ela.
Ah, perdendo contato com os nossos fãs. Hm, Eu me preocupo um pouco sobre isso, mas me preocupo cada vez menos com coisas tipo Stickam e Twitter e a habilidade de organizar eventos privados com o nosso fã clube e coisas assim. Hm, é muito chato que algumas pessoas não consigam pagar o fã clube e coisas assim porque elas são excluídas. Mas até agora esse é o jeito mais fácil de pegar um grande número de pessoas, se juntar e fazer planos. Fazemos o nosso melhor. Nós sempre tentamos ter novas idéias.

Uma fã perguntou se você se assusta quando uma fã pede para casar com você ou algo parecido ou se você nem liga.
Eu fico lisonjeado. Eu riu e sigo em frente. Isso não me assusta. Eu fico meio assustado quando as pessoas ficam histéricas porque eu não entendo o porquê delas ficarem assim. Você me entende? Eu não me considero especial. Então eu acho que é algo que eu vou ter que me acostumar. Mas com certeza é meio estranho.

Vocês sempre foram uma banda que prometeram pop punk/pop rock e é isso que vocês fazem, mas no começo a música era mais "pesada" (talvez por culpa das mixagens) e agora é mais pop. Vocês decidiram como um grupo que essa era a direção que vocês queriam ir ou foi uma progressão natural?
Com certeza foi uma escolha consciente, mas foi só o jeito como nós crescemos. Nós somos grandes fãs do pop. Se você perguntar para qualquer um de nós, mesmo quando nós estávamos crescendo, quais as bandas que nós escutávamos, nunca foi para o lado pesado na verdade. Era sempre Homegrown [e] Allister. Era sempre o mais pop daquelas bandas. Nós não viemos da cena hardcore. Nós não viemos de nada disso então nós não tentamos fingir. Nós não tentamos colocar coisas pesadas nas musicas que não fazem sentido ou algo assim. Então quero dizer que eu acho que foi uma progressão natural nós irmos ao caminho mais pop, mas ao mesmo tempo nós não tentamos provar nada. Com o álbum anterior nós só queríamos um pop punk sólido. Mas com este eu sempre disse que jogamos isso pela janela. Nós não ligamos para isso mais. Nós sabemos e reconhecemos de onde nós viemos, mas nós fizemos o pop punk duas vezes agora. Nós com certeza queríamos expandir o nosso horizonte e sair da zona de conforto o que foi bem legal de fazer na verdade.

Desde o lançamento do novo álbum, fãs tem perguntado sobre o significado por trás das músicas. Uma pessoa perguntou especificamente sobre a musica "Therapy". Eu não acho que tenha nenhum mal entendido, mas tem algo que você sente que tem de ser explicado?
Hm, na verdade não porque essa é legal deixar no ar. Eu acho que uma das coisas importantes deste cd é que as pessoas dêem os seus significados às musicas. Eu sei o que a música significa e sou eu quem sempre meio que explica o que a música diz, mas com esse cd eu estou me divertindo deixando tudo por trás das cortinas. Acho que é porque as músicas são tão abertas que com isso muitas pessoas podem achar significados diferentes para elas. Acho que prefiro deixar as coisas assim.

Isso é legal. Então concluindo o álbum não tem uma mensagem especifica? Ou o que você queria que as pessoas entendessem com ele, talvez não uma mensagem especifica...
Hm, não tem nenhum tema central a não ser abraçar a sua juventude. Esse é um dos temas principais. E não jogue o seu tempo fora.

Em relação "Jennifer's Body", como a música do filme vai ser?
Essa música é ótima. Foi uma das minhas músicas preferidas de gravar durante a época das gravações. É chamada "Toxic Valentine" e eu espero que a trilha sonora saia um pouco antes porque quero muito que as pessoas ouçam a música. É uma das minhas músicas preferidas entre todas que escrevemos. É definitivamente uma vibe bem diferente saindo de nós, mas é bem divertido. É mais ou menos Marron 5 encontrando All Time Low. É bem interessante.

Como foi a experiência durante o MTV Unplugged?
Foi bem legal na verdade. Primeiramente foi incrível ser incluído em algo como isso porque MTV Unplugged tem ocorrido durante anos e até agora ele é reservado para bandas grandes como Nirvana e todas essas bandas massivas. Dashboard. E o fato de termos sido jogados nessa mistura é muito legal e ficamos muito lisonjeados e eu sinto que somos parte da história agora. Como um daquelas legados que realmente significam muito para a comunidade da música. O que é muito, muito legal.

E como foi em relação ao número do público?
Não foi nada estranho. Na verdade foi bem legal. Eu gosto de tocar para públicos menores às vezes. É bem legal. Foi um bom jeito de se conectar com as pessoas. Eu não me importei.

Eu sei que os verdadeiros fãs de muitas bandas conhecem a equipe da banda, mas sinto que isso é bem forte com a sua banda, os seus fãs tratam a sua equipe como parte da banda. Eu sempre vejo pessoas tentando tirar fotos com Flyzik. Porque você acha que isso acontece? Como você lida com isso?
Eu acho que é incrível. Eu acho que essa banda é mais uma família que um grupo, sabe? Toda nossa equipe está conosco há muito tempo, bem...grande parte dela. E quando nós contratamos uma equipe, nós contratamos a equipe que acreditamos que vá ficar com a gente. Nós estamos com Geirco desde sempre e Danny por um bom tempo agora. O Matt está com a gente desde o começo. Evan, o nosso cara do som, esta com a gente por um tempo já, mas nós o conhecemos desde sempre. Tipo, ele fez o som em muito shows em Baltimore. Então é uma daquelas coisas aonde nós fizemos isso, mais uma família do que outra coisa. Eu acho que as pessoas vêem isso e gostam disso. Elas querem fazer parte de tudo isso.

Parte 2

O que você faria em um ataque de zumbis?
Eu provavelmente me esconderia dentro do Home Depot. (loja de objetos domésticos). Porque o Home Depot. tem muitas ferramentas para matar zumbis: machados, serra elétricas, e coisas do tipo. Eu me sentiria bem seguro. Ou Dick's Sporting Goods.

Isso seria bom. Bastão de "hockey"...
Sim, bastão de "hockey" e taco de baseball e às vezes eles tem rifles se você estiver no Sul.

Qual era o seu programa preferido na TV durante a sua infância?
Uh, eu teria que dizer o original...não. Qual era o meu programa preferido? Provavelmente "Os Flinstones". "Flinstones" era legal.

À luz dos eventos recentes, se a banda toda ficasse presa no elevador, quem seria o primeiro a enlouquecer e por quê?
Eu acho que provavelmente eu seria o primeiro a enlouquecer. Eu odeio lugar pequeno... tipo eu não gosto de me sentir preso. Eu acho que eu surtaria.

Se você fosse mulher, o que você levaria na sua bolsa?
Uh, essa é uma boa pergunta. Chiclete, porque isso é sempre uma coisa que nunca esta comigo então se eu tivesse uma bolsa isso definitivamente estaria comigo. Spray de pimenta. E não sei, gloss comestível. Eu vou com isso.

Você tem algo ridículo no seu carro ou tem algo ridículo que você deseja ter no seu carro, mas não pode ter?
Nós temos um cachorrinho para brincar, mas nunca pegamos. Isso é triste.

Associação a palavras:

Gato: Rato
Câmera: Ação
Robô: Galinha
Ilha: Amor
Doutor: Abacaxi
Sexta feira: 14 [risos] Sexta feira 14
Segredo: Dia dos namorados*
Cereal:Assassino**
Suíça: Montanhas

* - Segrego em inglês é secret e Dia dos Namorados é Valentine, Alex quis fazer uma brincadeira com a música 'Secret Valentine' do We The Kings.
** - Cereal em inglês tem a mesma pronuncia que Serial de Assassino em série, e Alex também quis fazer um trocadilho.




Hosted by Flaunt Network