HOME | 2006 | 2007 | 2008 | 2009 | 2010 | 2011 | 2012 | 2013 | ATL:BR
Absolute Punk entrevista Jack Barakat sobre nova turnê e álbum
Data: 14 de março de 2011
Fonte: Absolute Punk
Tradução: Letícia Longo

All Time Low estão possivelmente no ponto mais alto da carreira deles, com o lançamento do novo álbum, Dirty Work. É o primeiro lançamento da banda por uma gravadora grande e possivelmente o próximo passo para atingirem o estrelato. Eu perguntei algumas coisas para Jack Barakat sobre o próximo álbum, turnês e planos futuros.

Antes de tudo, como você está?
Estou bem, cara! Nós estamos em turnê no Reino Unido agora com Young GUns e Yellowcard. As duas bandas são fenomenais ao vivo e a galera vai à loucura no show inteiro. Não poderia pedir por shows melhores. O Reino Unido foi o lugar onde crescemos mais rapidamente pelo mundo, então tem muitas vibrações boas por aqui. Nós vamos tocar duas noites em Londres (Um total de 10,000 pessoas) o que é algo muito bom para nós. Não tem o que dizer, a nossa moral tá ótima.

Vocês terminaram agora a sua turnê no Brasil onde vocês tocaram para a maior platéia da história da banda, como que foi isso?
Sim! Na verdade, não foi a maior platéia que já tocamos. Essa honra tem que ser dada para quando abrimos os shows do Blink 182 na Europa ano passado. Esses caras são gigantes pelo mundo todo... Mas de volta para ao assunto principal... Nosso show em São Paulo foi enorme para nós, porque foi a maior plateia que tocamos como banda principal. Foi nossa primeira vez no Brasil e o país todo nos tratou como se fossemos de lá. Foi uma experiência nova.

Vocês acabaram de lançar Time Bomb e a recepção foi boa, no geral. Mesmo que algumas pessoas tenham dito que parece uma música do Boys Like Girls. O novo álbum vai ter mais músicas ddesse tipo ou vai ter algumas músicas mais rápidas e punk pop?
Eles disseram que parece uma música do Boyz 2 Men? Isso é estranho, eu não ouvi isso. Haha. Brincadeira. Eu amo os caras do Boys Like Girls. Time Bomb não é uma indicação de como o álbum inteiro vai soar. Nós achamos que era a música perfeita para preencher a lacuna da transição do Nothing Personal para o Dirty Work. Não é um single, é apenas uma música para os fãs se animarem com o álbum. Tem uma mistura boa de músicas mais rápidas que são típicas do ATL e algumas baladas mais calmas.

Falando sobre novo material, será que nós podemos ter a lista de músicas verdadeira para acabarem com os rumores?
Nós esperamos lançar a lista de música logo, talvez até com alguns pedaços das músicas. Isso depende de quão loucos estivermos... Ou de quanto whisky nós consumirmos no dia.

Eu também sei que vocês planejavam ter "I Feel Like Dancing" como o primeiro single, o plano ainda é esse?
Até agora, nós (Banda, Equipe, Interscope) não escolhemos um single. I Feel Like Dancing está na disputa e vai ser lançada como single em alguma hora, mas não sabemos ainda se será o primeiro. É uma música boa e nós estamos realmente animados por ter escrito com Rivers Cuomo. Tem uma mistura legal de Weezer, All Time Low e festa nela. É definitivamente a música perfeita para perder a virgindade. Você pode nos dar uma data official para o lançamento do Dirty Work?
Infelizmente, não posso. Estou surpreso que não foi a primeira pergunta que você fez. Todo mundo quer saber... Incluindo a gente. Haha! A verdade é que estar em uma gravadora grande é uma experiência completamente nova para nós. Tem muitas pessoas envolvidas no álbum dessa vez. Isso definitivamente faz com que dure um pouco mais, mas no final, todo mundo vai estar preparado para fazer desse lançamento realmente bom.

Já que vocês estão tentando expandir a audiência, foi difícil filtrar o estilo antigo de vocês nas músicas enquanto gravaram?
Na verdade, não foi. Isso é um album do All Time Low com esteroides, na minha opinião. Nós ainda temos solos de guitarras, riffs e músicas em ritmos diferentes. Eu acredito que a chave para atrair massas é ter músicas simples com letras e melodias que peguem. Todo o resto é como a cobertura do bolo. Tem algo para todos no Dirty Work.

Com esse sendo o primeiro álbum lançado por uma gravadora grande, vocês acham que esse é o lançamento mais importante para a banda?
Sim. Nós estamos tentando agradar os fãs antigos enquanto também tentamos atrair nossa nova audiência. Não é uma tarefa fácil. E também, durante um período de transição na indústria musical, não tem muito espaço para erros. Nós sempre dissemos que se um ator fizesse um filme ruim, ele pode sempre poderia aparecer com um filme maravilhoso e o ruim seria esquecido. (Exemplo: Will Ferrel em A Feiticeira --- Quase Irmãos). Se uma banda faz um álbum ruim, é muito difícil reverter.

Nós estamos às vésperas de sua turnê nos EUA com Yellowcard, quão animado você está pra isso? Você acha que isso abrirá à vocês, e ao Yellowcard, novos fãs já que eles estavam parados por um tempo?
Eu acho que é uma experiência ótima para as duas bandas. Nós estamos tendo a chance de ter uma plateia nova, com fãs mais velhos e eles com fãs mais novos. Para muitos das crianças nos shows, é a primeira vez que vão ver Yellowcard ao vivo. Eles tem que estar preparados para enlouquecer com o pop punk e violino deles. Eu lembro de nós estarmos na primeira fila de shows do Yellowcard quando éramos mais novos.

Quais são os planos para depois da turnê? Nós podemos esperar algumas datas da Warped Tour ou vocês vão fazer outra turnê como artista principal?
Esse ano nós não vamos fazer nenhuma data na Warped Tour. Nós tivemos uma faixa de tocar na Warped por quatro anos seguidos e agora estamos descansando um pouco. Esclarecendo isso, todos nós queremos fazer isso de novo em algum ponto. Nós vamos viajar para o outro lado do mundo no verão e tocar em vários festivais grandes pela Europa. Vai ser a primeira vez que vamos abrir para bandas como Foo Fighters, Linkin Park, My Chemical Romance e etc.
Não preciso dizer que vai ser incrível. Ainda esse ano, planejamos ir para Australia, Japão e Canadá, e provavelmente outra pelos EUA e Reino Unido. Turnês sem parar, esse é o nosso lema. Vocês planejam fazer outra turnê no estilo da Small Package? Foi um grande sucesso e parecia ser a maior diversão daquele público em um bom tempo.
Nenhum plano por enquanto, mas foi uma ótima turnê para nós. Foi bom voltar para as pequenas e suadas casas de show que nós começamos. Nossas turnês pelo EUA esse ano serão em lugares maiores, com produções mais elaboradas. E novamente, nós gostamos de misturar as coisas, então pode acontecer.

Obrigada por lerem e esperamos vê-los nos shows! Fiquem ligadas para mais atualizações sobre o Dirty Work. Coma merda, Keagan!



Hosted by Flaunt Network